ÁGUAS DO RIBATEJO ACOLHE INOVADORES NA GESTÃO DE RECURSOS SUBTERRÂNEOS

31 de outubro de 2022

ÁGUAS DO RIBATEJO ACOLHE INOVADORES NA GESTÃO DE RECURSOS SUBTERRÂNEOS

DELEGAÇÃO DO PROJETO INTERNACIONAL AQUIFER VISITA CAMPO DE ENSAIO

Uma delegação de 15 investigadores de Portugal, Espanha e França visitou o campo experimental na captação subterrânea de Muge e a Estação de Tratamento de Água de Marinhais, no concelho de Salvaterra de Magos. A visita guiada pelo Diretor Geral da AR-Águas do Ribatejo EIM, SA, Miguel Carrinho teve lugar no dia 14 de outubro.

A comitiva está envolvida no projeto internacional AQUIFER- Instrumentos inovadores para a gestão integrada de águas subterrâneas num contexto de escassez crescente de recursos hídricos.

Os investigadores visitaram a sede da AR-Águas do Ribatejo EIM, SA, em Salvaterra de Magos onde foi feita uma demonstração do sistema de telegestão que permite gerir à distância dezenas de infraestruturas, como captações, estações elevatórias e reservatórios. Este sistema emite alertas que desencadeiam mecanismos preventivos para evitar falhas no abastecimento ou reduzir os tempos de suspensão, com vantagens para clientes domésticos e empresas.

O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) para monitorizar os aquíferos e as relações com rios e zonas húmidas é outro objetivo do AQUIFER.

A AR é uma das três entidades nacionais envolvidas no AQUIFER. O Instituto Superior de Agronomia e a Parceria Portuguesa para a Água, juntamente com a AR, alinham com quatro parceiros espanhóis e dois franceses.

Num contexto de crescente escassez de recursos hídricos, o AQUIFER visa capitalizar, testar, disseminar e transferir práticas inovadoras para a preservação, monitorização e gestão integrada de aquíferos. Estão a ser desenvolvidas ferramentas e estratégias que ajudem na tomada de decisões sobre a gestão dos recursos hídricos subterrâneos, melhorando a transferência de tecnologia e conhecimento para agentes locais e criando novas sinergias.

De acordo com o plano de ação definido, os ensaios de campo e trabalhos a realizar em Portugal ocorrem na área de influência da Águas do Ribatejo nomeadamente na envolvente dos rios Tejo e Sorraia.

A boa gestão dos recursos hídricos subterrâneos é um aspeto de grande importância para a AR. Segundo afirma Miguel Carrinho, Diretor Geral da empresa, “a totalidade da água que captamos tem origem em captações subterrâneas, pelo que é para nós fundamental trabalharmos em conjunto com outros parceiros no desenvolvimento de ferramentas e técnicas que permitam melhorar o conhecimento e a gestão deste recurso estratégico e vital.”.

Os equipamentos instalados permitem testar práticas e metodologias inovadoras de preservação ambiental e gestão de águas subterrâneas, para os diferentes usos existentes: ambientais, consumo humano, agrícolas e industriais.

João Simão Pires, Diretor Executivo da PPA – Parceria Portuguesa para a Água, explica que o “projeto AQUIFER inova com uma visão do problema como um todo e pretende alargar a participação a players dos vários setores de atividade que possam dar contributos para a sua evolução positiva”.

No plano estão previstos seminários e conferências, a realizar em 2023, para capitalizar as inovações e a divulgação de documentos de síntese e fichas práticas junto dos potenciais atores, sejam instituições, empresas do setor da água ou utilizadores.

O projeto AQUIFER teve o seu início formal a 1 de novembro de 2020, e será concluído em 30 de abril de 2023, com um investimento global previsto de 1,6 milhões de euros, financiado a 75% pelo FEDER, no âmbito do programa de cooperação europeu INTERREG V-B SUDOE.