ESTUDANTES VISITAM ETAR DE SAMORA CORREIA

01 de abril de 2022

ESTUDANTES VISITAM ETAR DE SAMORA CORREIA

Duas dezenas de alunos do curso de certificação de competências EFA (12º ano) visitaram esta tarde a Estação de Tratamento de Águas Residuais de Samora Correia no âmbito da área de competência Ambiente e Sustentabilidade.

A nova ETAR que entrou em funcionamento no início do ano trata os efluentes da freguesia de Samora Correia que inclui a cidade e as povoações do Porto Alto e dos Arados num universo de 18550 habitantes. A ETAR foi construída na Herdade de Palhavã, em Porto Alto, numa zona de charneca, rodeada de montado de sobro, fora da malha urbana e perto do rio de modo a minimizar os impactes sociais e ambientais.

A população servida passará dos atuais 18550 habitantes para 36450 utilizadores e o horizonte temporal será para 30 anos.

A interven

ção com uma empreitada de cerca de 5 milhões de euros, dos quais 4,2 milhões de capitais próprios da AR, incluiu a construção dos emissários e condutas com 10 km e três estações elevatórias nas antigas ETAR da Quinta dos Gatos, em Samora Correia e Bordalo Pinheiro e Pendente 2, no Porto Alto.

As antigas estações estavam em final de vida útil com debilidades de funcionamento.

As novas elevatórias encaminham o “esgoto” para a ETAR onde é tratado para ser devolvido ao rio dando vida ao Ciclo Urbano da Água.

Os alunos, na maioria adultos com várias identidades profissionais, ficaram a conhecer os processos de tratamento desde a recolha do efluente até à devolução da água tratada ao meio ambiente.