Pesquisa iniciar pesquisa
Receba a nossa Newsletter
enviar
       
Água Bem Precioso
Homepage  > Homepage > Notícias

ÁGUAS DO RIBATEJO VAI CADASTRAR MIL QUILÓMETROS DE REDE DE ESGOTOS NA REGIÃO

Conhecer as redes de infraestruturas dos sistemas é fundamental para melhorar a qualidade do serviço, aumentar e eficiência e reduzir os riscos de anomalias no processo de tratamento dos esgotos que possam colocar em causa o ambiente e a saúde.

Nesse sentido a ÁGUAS DO RIBATEJO vai iniciar o processo de levantamento de toda a informação física e operacional sobre as infraestruturas de saneamento de águas residuais domésticas nas bacias do Tejo e Almonda.

Serão mais de 1100 km2 de redes a inventariar para construir este repositório, através da recolha de informação de campo e organização da mesma num Sistema de Informação Geográfica (SIG). Os trabalhos iniciam-se na próxima segunda-feira e prevê-se que fiquem concluídos em dois anos. O passo seguinte será a implementação da Gestão Patrimonial das Infraestruturas (GPI)

Esta operação vai custar 243.000 euros e é financiada em 85% no âmbito do POSEUR/PORTUGAL 2020. A aquisição de serviços foi adjudicada nesta quinta-feira, 17 de novembro, com a assinatura do contrato com a empresa vencedora do concurso, a SOCARTO-Sociedade de Levantamentos Topo Cartográficos Lda. O ato formal contou com a presença do Presidente da AR, Francisco Oliveira e o Vogal do Conselho de Administração, Carlos Coutinho.


O concurso público com prévia qualificação contou com a participação de uma dezena de empresas, tendo sido pré-qualificadas cinco das candidatas.

A SOCARTO é uma empresa com experiência nesta área e que desenvolve processos semelhantes noutras zonas do país. É liderada pelo Professor Vasco Ferreira que esteve presente na assinatura do contrato e congratulou-se por ter vencido este concurso, iniciando um processo “com uma empresa de referência que dispõe de características diferentes da maioria das entidades gestoras.”  

Francisco Oliveira, Presidente do Conselho de Administração da AR salienta a importância deste projeto. “A AR herdou dos sete municípios uma rede de esgotos que não estava devidamente cartografada porque foi construída num tempo em que não dispúnhamos destas ferramentas. Nestes 7 anos construímos centenas de quilómetros de novas redes e reabilitámos redes existentes, agora é o momento de colocar tudo numa base de dados (SIG) acessível a todos os operacionais que nos permite ganhar tempo e reduzir os impactes negativos das falhas de operacionalidade”, disse o líder da AR.  

Segundo Francisco Oliveira, o SIG permitirá aceder, manipular e trabalhar sobre a informação de base, de forma georreferenciada e expedita, “permitindo um melhor desempenho da gestão de infraestruturas, em especial das redes de saneamento de águas residuais.”

O administrador que é também Presidente da Câmara Municipal de Coruche recorda que o cadastro da rede é imprescindível para a implementação da Gestão das Infraestruturas Patrimoniais (GIP) e conclusão do Plano de Segurança para o Saneamento. “Somos uma empresa com grandes responsabilidades perante os 150 mil utilizadores das nossas redes de saneamento. Atingimos níveis de excelente qualidade, mas temos de continuar a trabalhar para manter e melhorar alguns indicadores”  



Sobre a ÁGUAS DO RIBATEJO

Empresa municipal que é a entidade gestora dos sistemas de abastecimento de água e saneamento nos concelhos de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Coruche, Chamusca, Salvaterra de Magos e Torres Novas. Tem 75 mil clientes e 150 mil consumidores numa área de 3240 km2.

Sobre a SOCARTO-Sociedade de Levantamentos Topo Cartográficos Lda.,


Empresa fundada há 50 anos com vasta experiência na área de levantamentos cartográficos em redes de água e saneamento. Tem como principais clientes municípios, serviços municipalizados e entidades gestoras de sistemas de abastecimento de água e saneamento. 

 


© Águas do Ribatejo 2017. Todos os direitos Reservados
web design webuild